No último post sobre os possíveis TOP 10 da alimentação, falei sobre o gengibre e cheguei a mencionar a cúrcuma. Ela é tão sensacional que também merece um post inteiro só pra ela. Na verdade, acredito que ela mereça estar nas posições mais altas do pódio nesse ranking dos melhores. Originária da Ásia, a cúrcuma (Curcuma longa L.) é um condimento de propriedades impressionantes. Da sua raiz seca e moída se extrai o pó de cor característica que denominamos açafrão-da-terra (que é um dos principais condimentos do curry). É usado como corante, como condimento e até em medicamentos.                                           

Como corante natural, a cúrcuma é usada pela indústria alimentícia na fabricação de macarrão, mostarda, sorvete, queijos e salgadinhos (tipo chips), dentre outros. Mas essa raiz contém óleos essenciais com características antimicrobiana, anti-inflamatória e antioxidante.

Antimicrobiana  

Inibe o supercrescimento de microorganismos como a bactéria intestinal Escherichia coli, responsável por intoxicações alimentares.

Anti-inflamatória

A inflamação é uma condição presente na obesidade. A cúrcuma é uma aliada nesse tratamento pois reduz a lipogênese (produção de células de gordura). Além disso, a inflamação também está presente em várias doenças que provocam dor. Nenhum outro ingrediente nutricional tem uma ação anti-inflamatória tão poderosa quanto a  cúrcuma. Por isso, ela tem sido usada em muitos medicamentos fitoterápicos para aliviar sintomas da dor.

Mas podemos ter esses benefícios incluindo a cúrcuma (açafrão) nas nossas preparações do dia a dia. Que tal misturar uma colher de café de cúrcuma ao ovo na hora de fazer omelete?

Antioxidante

Ação antioxidante quer dizer: combate aos radicais livres, que são moléculas que favorecem o envelhecimento celular e o aparecimento de doenças. Pensando nisso, lembre-se de acrescentar açafrão na próxima vez que for preparar frango ensopado.

Neuroprotetora

Pelas ações anti-inflamatória e antioxidante, a cúrcuma tem efeitos neuroprotetores, ou seja, ela ajuda a manter o cérebro em forma. Tem sido investigado, inclusive, seu uso na proteção contra as doenças degenerativas do cérebro como Alzheimer. Só por isso, já vale incluir o arroz de açafrão no cardápio, não é verdade?

Anti-câncer

Os benefícios da cúrcuma não param por aí. Pesquisas têm revelado seu papel no combate ao câncer pois a curcumina presente na cúrcuma suprime a iniciação, a progressão e a metástase de vários tumores. Ou seja, além de inibir a multiplicação de células cancerígenas, esse composto estimula a morte das células malignas (efeito pró-apoptose). TOP demais!

 

Por essas propriedades benéficas à saúde gosto de dizer que a cúrcuma é ouro em pó.

Percebeu como vale a pena ter essa preciosidade diariamente na sua alimentação?

Você pode usar o açafrão em sopas, feijão, caldos, molhos, carnes e refogados.

Agora que o friozinho está chegando, uma sugestão: que tal unir as propriedades do açafrão e do gengibre, preparando um caldo de abóbora com as duas especiarias – uma explosão de sabores e de saúde. Ah, uma dica, deixe para acrescentar o açafrão ao final da preparação para que ele não perca suas propriedades durante o cozimento.

 

Como sempre repito: nossa saúde pode vir pelo prato.

Até a próxima

Saúde sempre!

 

Márcia Hermeto

CRN – 12939

 

Referências

  1. HOPPE, Juliana Bender. Mecanismos celulares e moleculares envolvidos no efeito neuroprotetor da curcumina em modelos experimentais da doença de Alzheimer. 2013.
  2. COSTA, Paula Isabel Cardoso Corte-Real. O Açafrão das Índias e as suas propriedades antitumorais.
  3. SHANMUGAM, Muthu K. et al. The multifaceted role of curcumin in cancer prevention and treatment. Molecules, v. 20, n. 2, p. 2728-2769, 2015.
  4. BASNET, Purusotam; SKALKO-BASNET, Natasa. Curcumin: an anti-inflammatory molecule from a curry spice on the path to cancer treatment. Molecules, v. 16, n. 6, p. 4567-4598, 2011.
  5. ZHENG, J.; ZHOU, Y.; Li, Y.; Xu, D.-P.; Li, S.; Li, H.-B. Spices for Prevention and Treatment of CancersNutrients 20168, 495.