Existe um momento específico da carreira em que todo profissional pensa em abrir o próprio negócio. É um profissional passo adiante, quando todo o seu conhecimento adquirido ao longo da vida é colocado em prática: um desafio sem precedentes que merece ser vivido.

São inúmeras as opções de negócios, desde iniciar uma marca do zero e praticar tudo aquilo que você visualiza para o mercado, até assumir uma franquia e contar com todo o know how atrelado a ela.

Certamente, a segunda opção é a mais segura, devido a todos os diferenciais de ser um franqueado. Para começar, todo o conhecimento sobre o funcionamento da marca já vem direcionado. Além disso, há o fato de esse ser um modelo já testado e que traz consigo todas as ferramentas necessárias para dar certo.

Mas, tomada essa decisão, surgem as dúvidas: como escolher a melhor franquia para investir? O que é mais importante ser levado em consideração? Como ter certeza de que esse é o negócio certo para o seu momento de vida?

Para ajudar você a responder essas e outras questões, preparamos o guia definitivo do investimento em franquias. Leia esse texto até o final e se sinta seguro para finalmente dar o próximo passo nos negócios.

Leve em consideração seu perfil

Todo mundo já teve aquele emprego que pagava as contas, mas que não era exatamente o que queria para a própria vida, não é mesmo? Geralmente, ele é necessário por motivos práticos, mas não nos preenche como profissionais, nem satisfaz nossos anseios subjetivos — como a vaga dos sonhos faria.

A escolha da colocação certa impacta a realização pessoal

Geralmente, isso acontece quando ocupamos uma posição que não se encaixa em nosso perfil de trabalho. Por exemplo, quando uma pessoa extremamente criativa é alocada para trabalhar com burocracias. São algumas injustiças de carreira com as quais temos que lidar ao longo da vida, mas que não precisam ser definitivas.

Mas ninguém quer que o mesmo aconteça com a sua própria empresa. Afinal de contas, é um investimento alto e que deve trazer desafios, mas também satisfações profissionais e financeiras.

Por isso, ao investir em uma franquia, é preciso visualizar a vaga dos sonhos. Ou seja, entender qual é o seu perfil e escolher uma marca que tenha espaço para que você se desenvolva. Isso significa, antes de mais nada, praticar o autoconhecimento.

A necessidade de conhecer seus pontos fortes e fracos

Resumindo: é preciso entender quais são as suas forças e as suas fraquezas. Compreender como você trabalha melhor e quais são suas habilidades principais. Ao mesmo tempo, significa saber respeitar suas limitações e aceitar delegar funções que você não domina.

Nessa busca, certamente você encontrará as franquias que melhor se adéquam à sua forma de trabalhar. Tenha cuidado para não repetir erros anteriores — o mesmo profissional criativo de que falamos, por exemplo, precisa se associar a uma marca que:

  • não seja muito engessada;
  • aceite sugestões dos franqueados;
  • saiba crescer a partir da vivência de todos.

Dar atenção a essa etapa na hora de abrir uma franquia é fundamental para o sucesso do seu negócio.

A importância de atuar conforme as normas da marca

Entenda que você será o responsável por uma unidade dessa franquia, que já tem políticas e formas de trabalhar definidas. Então, ainda que haja alguma flexibilidade, sua atuação deve estar em completa concordância com as definições do franqueador.

Acima de tudo, seja sincero consigo mesmo. Entenda até que ponto você está disposto a aceitar o desafio. Avalie como você pode crescer e contribuir para o sucesso da marca que você escolheu. Os bons resultados da sua unidade em uma franquia dependem diretamente do seu esforço.

Seus gostos e afinidades pessoais são importantes na escolha de uma franquia

Entendido qual é o seu perfil profissional e como você vai atuar para tornar o seu negócio um sucesso, é hora de pensar nas afinidades pessoais. Afinal de contas, você está prestes a se tornar um embaixador daquela marca e deve investir em algo que você ama.

Também nessa etapa, é de suma importância que você seja sincero e não se guie por modismos. As tendências passam e o que agora é novidade deixará de ser em breve. Por isso, se você quer ser dono de um negócio duradouro, deve ter afinidades reais com aquilo que a marca propõe.

E quando nos referimos a gostos e afinidades pessoais, estamos falando daqueles fatores que estão diretamente atrelados ao seu estilo de vida. De nada adianta se aliar a uma franquia de academias se você é um sedentário convicto, não é mesmo? Ou vender frutos do mar se você não suporta nem chegar perto de um camarão.

Essa é uma forma de cortar da lista tudo aquilo que parece promissor, mas que não se encaixa nas suas visões para o mundo. É fundamental que a marca que você escolheu compartilhe os seus valores e tenha uma missão no mercado que seja apelativa para você. Ou seja, que ela seja uma marca que você escolheria enquanto consumidor.

Se todas as marcas e pessoas têm o potencial de mudar o mundo, por que não se juntar a uma que realmente pode fazer a diferença naquilo que você acredita?

Busque franquias com valores semelhantes aos seus

Aqui cabe um adendo importante: mesmo que o produto ou serviço seja coerente com o seu estilo de vida, procure entender quais são os processos de trabalho daquele negócio. Você já tem experiência com outras empresas e certamente sabe quais são os valores corporativos que gostaria de reproduzir e quais não quer ver novamente.

Entenda todo o funcionamento do negócio:

  • a hierarquia dentro da equipe;
  • os processos herdados da matriz;
  • o relacionamento com fornecedores;
  • as burocracias necessárias.

Lembre-se que, como dono e administrador de empresas, você deve ter contato com todos esses pontos. Por isso, é fundamental que você esteja de acordo com eles.

Avalie sua disponibilidade financeira antes de escolher um negócio

Quando avaliamos o perfil do empreendedor e as suas afinidades pessoais com as marcas disponíveis no mercado, a lista de opções já se reduz. Para facilitar ainda mais a sua escolha, um tópico importante deve entrar em cena: o dinheiro.

A grande vantagem das franquias está no fato de que você já tem uma bússola — vinda de outras unidades — que orientará como proceder frente às diferentes situações do mercado. Nesse ponto, a quantidade de dinheiro que você tem disponível é uma excelente régua para adicionar ou excluir as opções possíveis.

Isso porque existem diversos formatos diferentes de franquias. Desde as grandes, que requerem um investimento de centenas de milhares de reais, até as microfranquias, cujo investimento é mínimo.

Limite-se aos recursos que possui

O que deve guiar a sua decisão é o tamanho da poupança que você conseguiu acumular. Por exemplo, se você tem 300 mil reais, o ideal é que o investimento inicial da franquia não seja exatamente esse valor. É preciso ser realista quanto ao tempo de retorno de seu investimento e manter uma reserva, tanto para ter fluxo de caixa, quanto para eventuais emergências que podem vir a surgir.

Deixe um saldo reserva para despesas e emergências

Também é importante lembrar das taxas periódicas que serão estipuladas em contrato. Elas são relativas aos royalties pelo uso da marca. Geralmente eles são cobrados mensalmente. Ou seja, mesmo que você ainda não esteja lucrando, será necessário desembolsar um dinheiro.

Abrir uma nova empresa não é uma tarefa simples. Durante os primeiros meses do negócio, é necessário fazer alguns sacrifícios. Toda a família precisa estar alinhada a esse objetivo. Tanto para dar suporte ao empreendedor, quanto para saber ceder em alguns momentos importantes.

Independentemente de quanto dinheiro você tem disponível e das concessões que terão que ser feitas na rotina, a franquia ainda é a melhor forma de ser seu próprio patrão. O caminho das pedras estará traçado, e a quantia necessária de dinheiro já determinada em contrato.

Por isso, a melhor dica que podemos dar é apostar em marcas que já estão consolidadas. Caminhar em uma estrada já aberta é bem menos complicado que desbravar mares sozinho.

Defina expectativas de ganhos e trabalho com a franquia

O tamanho de uma frustração está diretamente ligado às expectativas que criamos. Essa frase funciona para praticamente qualquer setor de nossas vidas e, com as franquias, não é diferente. Definir expectativas tanto para os ganhos, quanto para a quantidade de trabalho é muito importante.

É muito comum que profissionais abandonem seus trabalhos com carteira assinada para abrir um negócio, achando que a vida vai mudar em pouco tempo. Mas acabam ficando frustrados com a quantidade de esforço necessário e o retorno financeiro, que não é imediato. Por isso, é fundamental que você tenha expectativas realistas.

Defina metas e objetivos

Antes de mais nada, estipule objetivos de trabalho e trace uma linha do tempo para que eles aconteçam. Nesse ponto, é importante que você entenda qual o prazo estimado para que cada etapa se concretize. Essa é uma medida importante para que você saiba respeitar o tempo de cada fase e não fique ansioso.

Prepare-se e adquira conhecimento

Com todos esses pontos traçados, entenda qual é o seu papel nesses momentos distintos. Ou seja, saiba exatamente quais são as suas funções e quais habilidades serão requeridas. Lembre-se que mesmo que você seja um excelente especialista, conhecimentos sobre administração de empresas e gestão de negócios serão necessários.

Atitudes como essa mantêm o pé no chão e o negócio mais próspero. Isso porque entender o momento atual e saber os próximos passos evita a ansiedade e, consequentemente, as decisões por impulso. A frustração momentânea é um veneno para qualquer negócio, e manter-se realista evita que ela aconteça.

Acima de tudo, essa postura garante a exatidão das suas decisões. Nos negócios, o feeling tem o seu lugar, mas é fundamental que tudo seja bem calculado — e o fator racional tenha um peso bem maior. Com as suas expectativas sob controle, essas tomadas de decisão serão, inclusive, mais fáceis.

Avalie o tipo de produto com que trabalhará

Nesse ponto, as opções de franquias à sua frente já estão bastante reduzidas. Portanto, esse é o momento de conhecer os perfis de cada uma delas profundamente. O primeiro passo é se aproximar dos produtos.

Essa é uma etapa importante, visto que você deverá se tornar um advogado da marca. Afinal de contas, se você passará a representá-la, nada mais natural que você conheça os produtos a fundo. Por exemplo, de nada adianta investir no setor alimentício se você não gostar do tipo de comida que venderá.

Conheça os produtos da marca

Isso significa experimentar tudo. Mantendo o exemplo da empresa de alimentos, faça uma degustação. Tome seu tempo para conhecer o cardápio, questione as opções disponíveis nele, entenda como são produzidos etc. Nenhuma pergunta é boba e, portanto, nada deve ser deixado de fora. Essa é a sua chance de se aprofundar no negócio.

Essa tática se aplica a qualquer setor que você deseje investir. O importante é que você simule a experiência dos clientes e entenda como eles se sentem, quando em contato com a marca. Se você se sentir bem e avaliar esse contato como positivo, some mais um ponto à franquia e lembre-se desse momento, ao tomar a sua decisão.

Conheça a rotina de um franqueado

Em alguns casos, é possível ampliar essa experimentação. Isso é, alguns franqueadores permitem que o empreendedor participe do trabalho ativamente durante poucos dias. Essa é uma oportunidade para saber como será o seu trabalho e quais serão os desafios diários. Além de, claro, entender a satisfação em ser um franqueado daquela marca específica.

Não hesite em perguntar se a franquia que você está pesquisando disponibiliza esse tipo de abertura. Isso não somente proporciona um contato prolongado com os produtos e serviços, mas também permite que você sinta na pele como será a sua rotina, a partir da assinatura do contrato.

É desse tipo de experiência que surgem novas dúvidas que podem ser esclarecidas antes de assinar o contrato. Já pensou se você somente conhecesse alguns aspectos do trabalho quando já estivesse atrelado a ele? Melhor ter todo o conhecimento possível e tomar uma decisão segura. 

Estude o mercado antes de decidir em qual franquia investir

O estudo do mercado é fundamental antes de fazer qualquer tipo de investimento — seja ao colocar o dinheiro no banco, abrir uma marca própria ou se associar a uma rede de franquias. Afinal de contas, ninguém entra voluntariamente em uma trilha sem antes conhecer o caminho que percorrerá ou, no mínimo, se preparar para os desafios que surgirão.

Observe os rumos da economia

Em momentos de economia parada, essa providência é ainda mais importante. Mesmo que não pareça um contexto favorável, muitas oportunidades se tornam ainda mais claras em cenários incertos. São momentos como esses que mostram a verdadeira força de uma marca e o quanto ela é capaz de resistir às variações econômicas.

A principal dica aqui é entender quais são os setores fundamentais para a economia. E também quais deles atendem às necessidades do público. Por exemplo, o setor alimentício é conhecido por resistir bem às crises econômicas. Muitas vezes, ele continua crescendo, mesmo quando outras áreas parecem declinar.

Priorize as necessidades básicas em momentos de crise

Isso acontece porque esses são gastos que dificilmente os consumidores cortarão de seus orçamentos. Por exemplo, mesmo que as pessoas passem a economizar na gasolina, elas não podem deixar de dar combustível ao próprio corpo. E, nas rotinas agitadas do mundo em que vivemos, dificilmente elas conseguirão cozinhar em casa. Assim, continuarão dependendo dos restaurantes para isso.

Foque nas demandas por vida e hábitos saudáveis

Outro ponto que devemos levar em consideração é a busca constante por saúde. Nunca se falou tanto em hábitos saudáveis, alimentação natural e prática regular de atividades físicas. Por isso, não basta comer fora, é preciso escolher entre as marcas que oferecem alimentos com qualidades nutricionais e, claro, saborosos.

O oposto disso — e, certamente, um passo em falso — seria investir em um negócio que não leva em consideração os anseios e problemas atuais da sociedade. Por exemplo, você compraria um carro muito grande e que polui mais que os outros modelos de veículos? Num cenário em que o trânsito e a poluição são grandes problemas, a resposta mais provável a essa pergunta é não.

Como você pode ter percebido, estudar o mercado vai além de entender as previsões financeiras. Elas são importantes sim, mas também devemos levar em consideração a forma com que a marca atuará na sociedade. De que forma ela contribuirá para eliminar problemas e facilitar a rotina de seu público?

Portanto, podemos concluir que é fundamental levar em consideração os fatores financeiros, mas também os sociais e emocionais, entendendo qual é o comportamento atual dos consumidores e também as tendências para o futuro. Quando o seu negócio já tiver alguns anos no mercado, ele continuará sendo relevante?

A equação perfeita é encontrar aquela franquia que tenha três características vencedoras. Ela deve:

  • pertencer a um setor vencedor;
  • trazer soluções reais para problemas do seu público-alvo;
  • ter uma relevância constante, que ajude o negócio a prosperar por bastante tempo.

Entenda que o melhor momento para investir é agora

A decisão de abrir um negócio nunca é fácil. E nem deve ser, afinal de contas é uma guinada importante na sua carreira. Além disso, ela envolve bastante dinheiro e expectativas sobre quando ele retornará ao seu bolso.

Por isso, durante o processo intenso de pesquisas, é muito importante que você preste bastante atenção àquilo que está comprando. Pergunte tudo o que for necessário e peça ajuda para amigos e especialistas sempre que necessário.

Vença o medo: tome sua decisão com firmeza

Apesar de esses pontos serem tão importantes quanto todos os outros tópicos que apresentamos aqui, eles não devem ser interpretados por uma mente insegura. Ou seja, absorvidas todas as informações, tome a sua decisão, se mantenha fiel a ela e siga em frente com o seu plano.

Todo o conhecimento que você adquiriu durante a fase de pesquisa existe para lhe tornar o melhor empreendedor possível. Isso quer dizer que o melhor momento para investir é agora.

Não espere pelo amanhã: sempre haverá incertezas

Não existem formas de prever como a economia se comportará nos próximos meses e anos. Assim como o mercado não ficará congelado, esperando você se sentir pronto. E mesmo que você aguarde, será necessário refazer toda a pesquisa, afinal de contas, muita coisa pode mudar em poucos meses.

Tenha a certeza de que o seu sonho de sucesso é compartilhado pelo franqueador. Tudo o que ele quer é que você conquiste os seus objetivos, pois essa é uma relação ganha-ganha. Na prática, isso significa que ele proverá todas as informações possíveis e imagináveis para que você seja o dono de uma empresa que gera lucros.

Prepare-se, mas siga em frente: você aprenderá no percurso

Ainda assim, é importante que você tenha a consciência que todo negócio gera conhecimento. Ou seja, a cada novo dia de trabalho, você estará mais preparado que no dia anterior. Os desafios vencidos por você fornecerão meios para que você conquiste todos os próximos que virão a seguir.

Portanto, não existem motivos para se sentir inseguro. Assim que decidir qual será a franquia escolhida, arregace as mangas e comece a colocar a mão na massa! O caminho estará traçado e basta o seu esforço pessoal para que a sua empresa se torne um sucesso de vendas.

Quando chega o momento de largar a carteira assinada para começar a assinar a dos seus funcionários, é preciso ter coragem e a mente aberta para os conhecimentos que virão. O primeiro passo é decidir qual é o tipo de negócio que você terá e poderá administrar.

Acima de tudo, tenha expectativas realistas. Receber o retorno do seu investimento não é um acontecimento imediato à abertura do negócio. Saiba que, assim como um emprego de carteira assinada, ser dono do seu negócio terá dias bons e ruins.

Entendidos todos esses pontos, invista imediatamente. O melhor momento para começar a mudar a sua vida é agora, pois nada acontece ou muda enquanto você espera.

Se você leu até aqui e já está sentindo o espírito empreendedor brotar dentro de você, entre em contato com a Kiwi Sucos. Nossos representantes são altamente capacitados para orientar você nesse processo e certamente podem ajudá-lo a entender como escolher a melhor franquia para investir.